4 Comentários

    1. Tiago Waterkemper

      Gabriel, o colchão deve ser visto como um seguro. Você deve mantê-lo sempre torcendo para não precisar usar.
      Se vier a precisar, deve o repor.
      Caso contrário, mantenha ele sempre investido para eventuais situações emergenciais, sem utilizar!

      Responder
  1. Anderson Souza

    É verdadeiro, o melhor realmente é equilibrar o colchão com seguros.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *