COMO INVESTIR EM AÇÕES PENSANDO NA APOSENTADORIA

Cada vez mais as pessoas estão levando a sério as suas aposentadorias. A previdência social é cada vez mais incerta. A previdência privada não costuma ser tão vantajosa financeiramente. Então, o que fazer pensando na aposentadoria?

Quando falamos de investimento de longo prazo, gosto muito dos títulos de dívida, isto é, dos investimentos de renda fixa. No longo prazo, o poder dos juros compostos sobre o capital investido impressiona! Mas, por outro lado, no médio/longo prazo, as empresas tendem a render mais do que a renda fixa. E o motivo é lógico: não fosse assim, ninguém mais manteria empresas! Todos os empresários investiriam em renda fixa!

E, quando falamos em investir em empresas para a aposentadoria, falamos em ações. Esse artigo traz algumas dicas de como investir em ações pensando na aposentadoria.

A REGRA BÁSICA DO INVESTIMENTO PARA A APOSENTADORIA

Como Investir em Ações Pensando na Aposentadoria

Uma das regras básicas dos investimentos visando a aposentadoria sempre foi reduzir o risco da carteira de investimentos à medida que o tempo passa. Começar com investimentos de maior risco – e, consequentemente, de maior rentabilidade. Com o tempo, ir migrando para investimentos de menor risco – que também costumam apresentar menor rentabilidade. 

A regra sempre foi que a carteira de investimentos de um aposentado deve ser recheada de bons títulos, imóveis e alguns fundos de investimento, porque geralmente são menos arriscados do que ações. 

Mas esse modo de pensar mudou nas últimas décadas por algumas razões. 

Em primeiro lugar, as pessoas vêm buscando cada vez mais independência da previdência social. Querem alcançar sua independência financeira. E, por isso, vêm se conscientizando que o dinheiro que poupam não pode ser uma mera “poupança para a aposentadoria”. Mas sim, carteiras de investimentos que exploram da melhor forma possível o poder da capitalização para se multiplicar.

Em segundo lugar, o mercado de ações vem sendo cada vez melhor regulamentado e controlado pelos órgãos competentes. E isso tem trazido credibilidade e segurança para os investidores.

Em terceiro lugar, os investidores estão cada vez mais “antenados” nos seus investimentos. Procuram entender suas opções, e buscar as melhores taxas de rentabilidade dentro de um risco aceitável. 

E isso tudo tem levado cada vez mais investidores que visam a aposentadoria a investir em ações. Mas como escolher ações para investir?

MONTE UMA CARTEIRA BALANCEADA

Como Investir em Ações Pensando na Aposentadoria

Independentemente do estágio em que está na vida, não deixe de manter uma carteira de ações balanceada. Tenha sempre como objetivo uma carteira equilibrada, representando ações com diferentes níveis de riscos. 

Se você acha que identificou uma ação que acredita ser a próxima Apple ou Netflix, não mude toda a sua carteira para esse único papel. Não há problemas em investir um pequeno percentual nessa sua aposta – na verdade, isso pode gerar muito lucro! Mas mantenha a maior parte diversificada entre empresas dos setores bancário, de tecnologia, etc. Diversificação na carteira de investimentos é uma das formas utilizadas pelos profissionais para gerenciar riscos.

VALORIZE OS DIVIDENDOS

Como Investir em Ações Pensando na Aposentadoria

Ninguém pode prever o futuro de forma certa e precisa. Na verdade, os investidores que fazem grandes apostas com base no que acreditam que o preço de uma ação será no futuro, muitas vezes perdem. Algo que é muito mais fácil de prever são os dividendos – parte do lucro da empresa que é distribuído entre os acionistas. 

No Brasil, toda empresa de capital aberto é obrigada a distribuir, no mínimo, 25% do seu lucro entre os acionistas.

E, uma coisa é certa: se uma empresa paga dividendos, significa que ela gera lucro. Se uma empresa paga muitos dividendos, significa que ela gera muito lucro. E é justamente isso que precisamos para investir no longo prazo: empresas financeiramente saudáveis. 

AVALIE OS FUNDOS DE INVESTIMENTO

Como Investir em Ações Pensando na Aposentadoria

A menos que você tenha uma boa experiência no mercado de ações, começar a investir o seu dinheiro em ações sem nenhum acompanhamento provavelmente não é uma boa ideia. Acredite: muitos expertsem investimentos e consultores financeiros também fogem da negociação de ações individuais. Em vez disso, investe em fundos de ações ou fundos multimercado.

Os fundos de ações e os fundos multimercado administram grandes quantidades de dinheiro dos investidores. Eles possuem profissionais capacitados que alocam de maneira estratégica esse dinheiro em diversas ações. É como criar um portfólio inteiro enquanto você investe em apenas um fundo. Os fundos de investimento são uma ótima maneira de se ter uma carteira de ações equilibrada.

Todavia, antes de investir, avalie as taxas cobradas pelos fundos. E, claro, o retorno que esses fundos tem gerado aos seus investidores.

ESCOLHA UM BOM CONSULTOR DE INVESTIMENTOS 

Como Investir em Ações Pensando na Aposentadoria

Existem muitos consultores de investimentos especializados em diferentes áreas. Alguns são ótimos investidores do mercado imobiliário. Outros, sabem tudo sobre os títulos de dívida e o mercado de renda fixa. Outros ainda, são gênios do mercado de ações. Muitos consultores orientam até mesmo a investir em ações de empresas americanas.

É muito importante escolher um consultor sério e competente para te ajudar a montar a sua carteira de investimentos visando a aposentadoria.

Se o seu objetivo realmente é fortalecer a sua carteira de ações, procure um consultor que entenda do mercado de ações. Que conheça os melhores papéis, os melhores fundos, etc. 

Afinal, você merece se aposentar financeiramente independente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *