QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

Grande parte dos brasileiros já ouviu falar de Tom Brady. Alguns, por ser um grande jogador de futebol americano. Outros, simplesmente por ser casado com a modelo brasileira Gisele Bündchen. Mas você deve estar se perguntando: o que ele tem a ver com o empreendedorismo? Muito bem… já chegaremos lá.

Empreendedores gostam de se enxergar como aqueles que saem da manada. Como aqueles que se diferenciam dos demais. Mas modelam suas carreiras e seus negócios em outros profissionais e negócios de sucesso.

Muito embora seja importante estudar casos de sucesso, o melhor caminho não é “imitar” ou “copiar” essas pessoas. Mas sim extrair lições daquilo que deu certo para eles, e verificar a possibilidade disso também dar certo para você.

Daí então, trazemos à tona Tom Brady. Você sabia que há muito a aprender com a carreira do quarterback mais vitorioso de todos os tempos?

Apesar de parecer estranho olhar para um jogador de futebol americano em busca de orientação de empreendedorismo, a realidade é que ele pode sim nos ensinar algumas lições inestimáveis!

 

A HISTÓRIA DE TOM BRADY

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

Para compreender o sucesso de Tom Brady, é preciso conhecer o seu passado. Sua história torna a sua carreira ainda mais incrível.

Ao vencer o Superbowl LI e conquistar seu quinto título da NFL, Tom Brady se consolidou como o quarterback mais vitorioso de todos os tempos. Mas, acredite, ele nem sempre foi o “garoto de ouro” que é hoje.

Brady nasceu em 3 de agosto de 1977 em San Mateo, na Califórnia. Lá, estudou na Junipero Serra High School, onde fez parte das equipes esportivas da escola. Era um jovem atleta que se destacava no futebol americano e no beisebol.

Em 1995, mesmo sem ter passado pela universidade, o Montreal Expos, time profissional de beisebol que jogava em uma liga não tão relevante, ofereceu um contrato profissional a Tom Brady. Entretanto, ele optou por concluir o ensino colegial e se matricular na Universidade de Michigan. Passou então a integrar o time universitário de futebol americano dos Wolverines.

Tom Brady não era visto como um jogador top de linha enquanto estava em Michigan. Fez um bom trabalho, mas nunca foi considerado uma grande aposta dos times profissionais que integram a NFL. Tanto que, nos seus dois primeiros anos atuando pelos Wolverines, Tom Brady era reserva. Só atuou em seis jogos nessas duas primeiras temporadas. E só conseguiu concluir um passe para touchdown quando estava no seu terceiro ano!

No entanto, ele ganhou o apelido de comeback kid. Em português, “garoto da virada”. Isso por ter conduzido os Wolverines em grandes viradas. Venceram grandes jogos em que estavam perdendo contra: Penn State, Michigan State, Ohio State, Indiana e Alabama.

Os olheiros da NFL não viram muito no quarterback. Todos os anos, os 32 times profissionais selecionam alternadamente jogadores das equipes universitárias para compor seus elencos. Em 2000, Tom Brady foi apenas a 199a escolha no quadro geral. Foi selecionado pelo New England Patriots tão somente na sexta rodada, dentre os jogadores que estão longe de ser os melhores.

Brady começou a temporada como o quarto quarterback do time, atrás do titular Drew Bledsoe, Michael Bishop e Damon Huard. Mas trabalhou muito até chegar à condição de primeiro suplente. Isto é, passou a ser o reserva imediato do quarterback titular.

Na temporada seguinte (2001), Drew Bledsoe, titular há nove temporadas, sofreu uma contusão. E Tom Brady teve a oportunidade que precisava para mostrar do que era capaz. Resultado: 11 vitórias em 14 jogos. New England Patriots campeão da divisão, da conferência e do Super Bowl XXXVI. Tom Brady foi escolhido para jogar o Pro Bowl (jogo das estrelas). E, claro, Drew Bledsoe foi negociado com o Buffalo Bills.

Durante sua carreira, Tom Brady levou os Patriots a sete Super Bowls, tendo vencido cinco deles. Foi eleito quatro vezes o melhor jogador do Super Bowl. Duas vezes o melhor jogador de toda a NFL. Foi selecionado para 12 Pro Bowls. Completou 452 passes para touchdown. Ganhou diversas outras nomeações e homenagens. Embolsou centenas de milhões de dólares.

Que tal sua carreira?

 

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

Peço ao amigo leitor que descreva Tom Brady e sua carreira em algumas palavras. Provavelmente, você deve estar pensando em palavras como “vitorioso”, “o melhor”, “bem-sucedido”, “persistente” e “trabalhador”. Afinal, essas não são palavras que você gostaria que as pessoas usassem para descrever a sua própria carreira? Acredito que todos nós gostaríamos.

Enquanto as pessoas podem amar ou odiar Tom Brady como um atleta, não há como negar que ele é a personificação do sucesso moderno. A seguir, quatro lições apontadas pelo escritor e consultor Larry Alton que podemos extrair a partir das realizações de Brady.

 

LIÇÃO #1 – NÃO SE CONTENTE COM O QUE VEM PRIMEIRO

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

No mundo dos negócios, vemos muitos jovens empresários se contentando com a primeira coisa boa que lhes aparece. Isso pode vir em forma de uma oportunidade de trabalho, de uma ideia de produto ou inicialização. Tom Brady nos mostra que é melhor lutar por aquilo que você realmente quer.

Brady poderia ter assinado com o time do Montreal Expos como um jogador de beisebol em 1995. Ele teria embolsado um bom dinheiro imediato e poderia até ter alcançado o sucesso nesse esporte. No entanto, sua paixão era o futebol americano. Assim, optou por esperar e lutar por uma vaga no time universitário de Michigan.

Olhando para trás, podemos ver claramente que ele fez a escolha certa. Provavelmente não foi a escolha mais fácil, mas com certeza foi o melhor caminho.

Como um empreendedor, esta é uma lição importante a ser assimilada. Nos dias atuais, em que as pessoas conseguem o que querem, no momento em que querem, esperar pode ser um desafio. No entanto, a paciência calculada quase sempre é recompensada. É por isso que as pessoas gostam de dizer “quem tem pressa, come cru e quente”.

 

LIÇÃO #2 – NUNCA ABAIXE A SUA GUARDA

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

A comemoração prematura é perigosa. Jamais abaixe a sua guarda até que o seu objetivo esteja de fato alcançado. Isso porque, assim que você descuidar e se acomodar, haverá alguém para tentar conquistar aquilo pelo que você está trabalhando. Isso é algo em que Tom Brady acredita firmemente.

Se quiser um exemplo, basta voltarmos a 2015, no Super Bowl XLIX, em que o New England Patriots venceu o Seattle Seahawks.

O jogo estava liquidado. Nos segundos finais, os Patriots precisavam apenas colocar a bola em jogo (para retomar a contagem do tempo), e Brady se ajoelhar com ela nas mãos para tornar a vitória oficial.

Vários jogadores dos Patriots começaram a se abraçar, emocionados com o momento. Seriam campeões do Superbowl! Quando Tom Brady viu isso, ficou furioso! Puxava seus companheiros de volta para o jogo, exigindo que eles mantivessem o foco para uma última jogada. Ele não aceitou aquilo. Ele não se importou com “quase ganho”. Nem com o “praticamente ganho”. Ele foi um competidor focado nos seus objetivos até o fim.

É assim que Tom Brady é o tempo todo. Como um empreendedor, você também precisa lutar até o fim. Mantenha o foco até o final. Nunca considere nada como certo até que seja, de fato, concluído, assinado ou realizado.

 

LIÇÃO #3 – MANTENHA-SE INABALÁVEL E FOCADO, MESMO SOB PRESSÃO

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

O sucesso vem acompanhado de muita pressão externa. Em 2015, após a final da Conferência Americana, em que o New Englando Patriots venceu o Indianápolis Colts e conquistou o direito de jogar o Super Bowl XLIX, Tom Brady foi acusado de consentir com que as bolas utilizadas no jogo fossem murchas, no intuito de facilitar a recepção por alguns jogadores.

O “escândalo das bolas murchas” poderia arruinar a carreira e a imagem pessoal de Tom Brady. Ou, no mínimo, abalar sua concentração e seu rendimento nas temporadas seguintes, enquanto ocorriam as investigações e o julgamento. Todavia, Brady permaneceu firme e nunca hesitou em defender a sua inocência.

Como um bom líder, Tom Brady reuniu seus companheiros de equipe, pediu o empenho de todos em permanecer focados, e continuou fazendo seu trabalho. Deixou que os advogados lidassem com todas as outras coisas.

A pressão foi muito grande. A impressa, os torcedores, os rivais… todos tinham um alvo: Tom Brady. No final, foi sua liderança inabalável e concentração que lhe permitiram permanecer produtivo durante estes tempos desafiadores.

Quando vem a pressão, é dever do líder empreendedor manter sua equipe no caminho certo. Uni-los em torno de sua missão comum. Entregar um plano de como vocês vão superar cada um dos diferentes resultados possíveis. É exatamente o que Tom Brady fez.

 

LIÇÃO #4 – CONHEÇA OS SEUS PONTOS FORTES E OS SEUS PONTOS FRACOS

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

Tom Brady é um mestre em identificar forças e fraquezas. Ele faz isso consigo mesmo, com a sua equipe e com os seus oponentes.

Ele sabe, por exemplo, que é um exímio passador, mas que não é um corredor rápido ou ágil. Assim, quando não tem receptores abertos, não arrisca corridas, mas se livra da bola. É ele reconhecendo ativamente suas próprias fraquezas.

Brady é muito elogiado por conseguir vencer com times sem grandes nomes. É verdade que ele já liderou ataques compostos de grandes recebedores, como Wes Welker e Rob Gonkowski. Mas também foi campeão sem estrelas ao seu lado, fazendo jogadores como Chris Hogan, Danny Amendola e James White (Super Bowl LI), por exemplo, renderem como jamais se imaginava que poderiam. É ele identificando e trabalhando as fraquezas do seu time.

Tom Brady faz o mesmo com seus oponentes. Compreende seus pontos fortes e fracos. Os explora com perfeição. E, os resultados disso, nós já conhecemos.

Quais são os seus pontos fortes e quais são os seus pontos fracos? Você os conhece? Ser bem-sucedido não é fazer de conta que você tem tudo o que precisa. Trata-se de maximizar o que você tem e compensar o que você não tem.

 

ESPELHANDO-SE EM TOM BRADY

QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY

Mais uma vez: você pode amar ou odiar Tom Brady. Essa não é a questão. Não importa se você é um fã do New England Patriots, ou se nunca assistiu um jogo de futebol americano. Tom Brady é uma pessoa em quem vale a pena você se espelhar. Em especial, estude as lições mencionadas acima. Afinal, podemos dizer, sem qualquer sobra de dúvida, que Tom Brady é um empreendedor de sucesso.

 

Sumário
QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY
Artigo
QUATRO LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DE TOM BRADY
Descrição
Aprenda 4 lições de empreendedorismo com o jogador de futebol americano Tom Brady, o quarterback mais vitorioso da história da NFL. 🏈
Autor
Site
Guia do Milhão

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *