TAXA SELIC / CDI – CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO

TAXA SELIC / CDI – CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO

É muito comum, ao tratarmos de investimentos, principalmente de renda fixa, falarmos da taxa SELIC e do CDI.

Mas tenho percebido que muitas pessoas, embora sempre ouçam sobre ambos, ainda não sabem o que são. Por isso, nesse breve artigo explicarei sobre esses dois índices.

TAXA SELIC

A taxa SELIC é uma taxa de juros cuja meta é fixada pelo COPOM (Comitê de Política Monetária) do Banco Central do Brasil.

Calma. É menos complicado do que parece.

Entenda a taxa SELIC como a taxa de juros que o governo paga a quem lhe empresta dinheiro. Os títulos que o Tesouro Nacional emite têm as taxas de juros baseadas na taxa SELIC, muito embora na maioria das vezes não seja exatamente ela.

A SELIC também tem diversas outras finalidades, entre as quais, regular o mercado, controlar o consumo, e controlar a inflação. Ela também serve como base para a grande maioria das operações de crédito que se pratica no país.

A regra é essa: quando a taxa SELIC sobe, todas as outras taxas de juros também sobem. Da mesma forma, quando a taxa SELIC desce, todas as outras taxas de juros também descem. Inclusive o CDI – Certificado de Depósito Interbancário.

CDI – CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO

Mas o que é o CDI? É um índice que serve como referencia aos negócios feitos entre os bancos. É a taxa de juros que os bancos pagam quando tomam dinheiro emprestado uns dos outros.

Por isso, o CDI – Certificado de Depósito Interbancário – passou a ser utilizado também como a taxa de referência para diversas outras aplicações financeiras e operações de crédito do sistema financeiro.

Quase todos os títulos de renda fixa são operados com base no CDI. Quer um exemplo?

Fazendo uma pesquisa em uma corretora qualquer, selecionei os títulos do tipo CDB disponíveis. Adivinhe qual a índice estão indexados todos os que apareceram logo na primeira página…

Taxa SELIC e CDI - Certificado de Depósito Interbancário
Pesquisa realizada em 27/04/2016

Note, que esses ativos oferecem taxas que variam entre 100% e 108% do CDI.

Assim, considerando que a taxa CDI hoje está em 14,13% ao ano, um investimento como o segundo da lista, que oferece o valor da CDI, pagará ao investidor juros de exatos 14,13% ao ano, enquanto que, um investimento como o terceiro da lista, que oferece 108% da CDI, pagará juros de 15,26% ao ano.

Não é apenas o CDB que é indexado ao CDI, mas diversos outros ativos, como a LC:

Taxa SELIC e CDI - Certificado de Depósito Interbancário
Pesquisa realizada em 27/04/2016

E a LCA:

Taxa SELIC e CDI - Certificado de Depósito Interbancário
Pesquisa realizada em 27/04/2016

Enfim, quase todas as operações de crédito utilizam a taxa do CDI como base.

Tratamos anteriormente que todas as taxas de juros acompanham a taxa SELIC, para cima ou para baixo. E o CDI não é diferente.

Enquanto escrevo este artigo, a taxa SELIC está fixada em 14,25% ao ano, enquanto que o CDI, em 14,13% ao ano. Percebe como caminham juntos?

Caso tenha interesse em executar cálculos utilizando a taxa SELIC ou o CDI, indico a “calculadora do cidadão“, disponibilizada pelo Banco Central.

Ficou claro o que são a taxa SELIC e o CDI? Se tiver qualquer dúvida ou comentário, não hesite em utilizar a área reservada para comentários abaixo!

 

Sumário
TAXA SELIC / CDI - CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO
Artigo
TAXA SELIC / CDI - CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO
Descrição
Saiba tudo sobre a taxa SELIC e o CDI (Certificado de Depósitos Interbancários): o que são, para que servem, e como funcionam.
Autor
Site
Guia do Milhão

2 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *